Exames

Ultrassonografia Morfológica

CONSENTIMENTO INFORMATIVO
ULTRASSONOGRAFIA MORFOLÓGICA DO 2º TRIMESTRE

Objetivos: Avaliar a anatomia fetal de forma detalhada e sistemática, com as finalidades de confirmar a normalidade, detectar possíveis alterações ou sinais que sugiram a possibilidade de doenças infecciosas ou genéticas.
É aconselhável que o exame seja realizado no período entre 18 e 24 semanas de gestação, para um estudo mais adequado dos órgãos fetais.

Metodologia: O exame dura em média 15 a 30 minutos, o que pode variar dependendo das circunstâncias. Um aparelho (transdutor) será deslizado sobre o abdômen da paciente, que ficará deitada em uma maca. Uma porção de gel será aplicada para permitir adequada transmissão do som. Em algumas ocasiões, o exame é complementado por via endovaginal.
Poderá ser necessário ao médico realizar algumas perguntas sobre medicação em uso ou usadas nesta gestação, doenças em tratamento, sintomas, exames já realizados, evoluções de gestação prévias, data da última menstruação.

Atenção: * Esclarecemos que este exame permite a detectação de cerca de 80% das alterações anatômicas fetais, de maneira geral. Algumas condições podem não ser acompanhadas de alterações identificáveis por meio desta ultrassonografia, como surdez, cegueira, algumas malformações cardíacas, do trato gastrointestinal, do sistema nervoso central entre outros.

  • Aproximadamente 20% dos casos de Síndrome de Down não são identificados por meio da ultrassonografia, pois não apresentam alterações nem no ultrassom morfológico de primeiro trimestre (translucêncianucal) nem na ultrassonografia morfológica convencional.

OBS: * Quando não for possível observar todas as partes fetais que fazem parte do protocolo do exame, um retorno pode ser necessário para a complementação do exame.
A atividade médica pode ter duração maior que a prevista devido a fatores imprevisíveis, estando os exames sujeitos a atrasos.